Quem somos

O Laboratório de Comunicação, Cidade e Consumo (Lacon) surgiu no ano de 2012, na Faculdade de Comunicação Social. Após a realização de pesquisas ao longo dos últimos anos, a Faculdade consolida um centro de investigação que tem como um de seus principais objetivos aprofundar os estudos de comunicação no espaço urbano, tendo como diretriz o consumo em suas dimensões sociais, políticas e ambientais. Vinculado ao programa de pós-graduação (PPGCOM/UERJ) e à linha de pesquisa "Cultura de Massa, Cidade e Representação Social", que investiga o consumo como um dos principais fenômenos pontuados pela comunicação nas cidades, o laboratório terá como subsídio principal os estudos realizados por seus pesquisadores.

O centro de estudos busca atender às demandas internas de pesquisa da universidade, não só na área de Comunicação, como em áreas afins, bem como promover reflexões e debates intra e extramuros, consistindo em um espaço importantíssimo para aprendizagem dos alunos da graduação e da pós-graduação em Comunicação Social, do ponto de vista de sua práxis teórico-reflexiva. Pretende, ainda, ser um centro de referência no encontro entre os temas de cidade, consumo e comunicação, dando lugar a um centro de consulta a pesquisadores internos e externos.

O Laboratório de Comunicação, Cidade e Consumo (Lacon) tem o objetivo de desenvolver ações de pesquisa e extensão sobre os temas de cidade, megaeventos. Violência, consumo e o papel da comunicação acerca desses temas.

Atualmente, o espaço conta com uma equipe formada por professores, um técnico, mestrandos, doutorandos, uma bolsista Qualitec, um bolsista Proatec e bolsistas de extensão e de PIBIC (CNPQ), fazendo parte do Grupo de Pesquisa “Comunicação urbana, consumo e eventos”, cadastrado no CNPQ, sob a liderança do professor Ricardo Ferreira Freitas.

Facebook do Lacon

 

O Laboratório tem como objetivos:

 

  • A realização de estudos sobre o processo social do consumo e de atividades que correlacionam à produção e o pós-consumo;
  • A análise da conexão dessas atividades com a comunicação e a identificação dos efeitos causados tanto na sociedade como no meio ambiente;
  • A promoção de cursos, eventos e seminários sobre os temas de cidade e consumo, voltados a estudantes de graduação e pós-graduação, professores, servidores e os demais públicos interessados no assunto;
  • O fomento da pesquisa bibliográfica e o desenvolvimento de análises de notícias sobre o consumo, os megaeventos, a cidade e as suas correlações;
  • O incentivo à publicação em revistas e periódicos sobre os temas mencionados e a participação dos pesquisadores em seminários e congressos; 
  • O oferecimento de formação a representantes comunitários sobre os temas já mencionados, através de cursos que terão seu conteúdo voltado à ação prática comunitária.